• Início

Apresentação do CAJIL

Comemoram-se, em 2019, os 33 anos do CAJIL. No dia 7 de maio de 1986 foi constituído o CAJIL (Centro de Apoio a Jovens e Idosos do Lumiar), por escritura pública realizada no 23º Cartório Notarial de Lisboa, publicada no Diário da República, 3.ª série - N.º 127, reconhecida como Instituição Particular de Solidariedade Social (IPSS). Para conferir maior estabilidade, responsabilidade individual e controlo, no dia 6 de julho de 2018, Diário da República, 2ª série – N.º 129, Despacho da Ministra da Presidência e da Modernização Administrativa n.º 6654-A/2018, por transformação parcial do Centro de Apoio foi instituída a FUNDAÇÃO de Solidariedade Social CAJIL. Parte relevante do património da Associação CAJIL para a Fundação CAJIL, no quadro do estabelecido no pedido para a sua criação. Implica maior envolvimento, estabilidade e responsabilização dos Curadores e da equipa dirigente.

As questões formais para a transferência dependem de indicações processuais determinadas pelo Instituto da Segurança Social (ISS), para que fiquem assegurados e em ordem os procedimentos envolvendo aspetos legais, económicos e financeiros. Formalidades que derivam do que estabelece a lei. O CAJIL desde sempre tem tido enorme cuidado no cumprimento da lei e se, alguma vez, por exceção, não foi exemplar apenas derivou de desconhecimento ou erro, esforço que todos realizam para que não ocorra.

A filosofia do CAJIL reside na prestação de serviços e apoio esmerados aos seus utentes e famílias. Desta forma, cumpre uma das suas funções.

Os Serviços de Apoio Domiciliário (SAD) são a atividade que vai ao encontro dos utentes em suas próprias casas. Em múltiplos casos, de forma programada e acordada com as famílias e utentes, fomenta-se a deslocação desses utentes, nomeadamente, facilitando a sua participação em atividades culturais no CAJIL, sempre que possível.

O Cajil, em especial, o Centro de Dia (CD), reparte-se em dois espaços, na rua do Lumiar, de um e de outro lado, desenvolvendo dois conceitos de serviço de elevada qualidade. No seu espaço tradicional dispõe de condições para acompanhar utentes mais dependentes e exigentes quanto ao tipo de atividades orientadas para as especificidades individuais, mais exigentes em cuidados. No edifício defronte, do outro lado da rua, criou-se um espaço complexo, desafiante, inovador para utentes com elevado grau de independência e autonomia com atividades culturais diversas, que simultaneamente envolve familiares e outros convidados em atividades ativas e participativas, espaço que se denomina, por diferença, «Clube Mercearia».

Tudo isto é possível porque ao longo dos anos tem sido possível constituir uma equipa de pessoal, motivada e de grande qualidade técnica e humana. A humanização das relações é uma preocupação e uma atenção que todos desenvolvem, base do sucesso e qualidade dos serviços prestados pelo CAJIL. Obrigado à equipa extraordinária de colaboradores que todos os dias permitem o bom ambiente de trabalho e simultaneamente responder à elevada exigência dos utentes e famílias, expressas na sua satisfação.

J. Augusto Felício 

Presidente